JM News

JM News – Pedagogia do tapa

 

Dar ou não dar alguns tapas? O art. 227 da CF (1988) reza que cabe à família colocar suas crianças a salvo de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.

Dar ou não dar alguns tapas? O art. 227 da CF (1988) reza que cabe à família colocar suas crianças a salvo de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão. A deputada Maria do Rosário, pelo projeto de lei 2.654/2003, propõe a supressão até de castigos moderados. No corrido mundo hodierno, onde os pais têm cada vez menos tempo para os filhos, fica difícil deixar a educação “correr solta” como se apregoa.

Maria do Rosário, formada em pedagogia pela UFRGS, mestre na área de educação e violência infantil pela mesma universidade, foi professora e teve ascensão rápida na carreira política, sempre com boas colheitas de votos, hoje ocupa o cargo de Secretária dos Direitos Humanos da Presidência da Republica (com status de ministério). Seu projeto de lei, agora aprovado, nasceu em 2003, no inicio de seu primeiro mandato como deputada federal. Há quem pregue que, diante da situação atual, o tempo que resta entre pais e filhos, deve ser reservado para a busca de entendimento. Algumas palmadas não seriam uma forma de agressão pesando sobre esse curto período de tempo? Contudo, uma lei desse naipe seria uma intromissão descabida no processo educativo, que compete aos pais em relação aos filhos. O que se deve coibir são os exageros agressivos, não meras intervenções educativas.

Como professor, passei por todas as mudanças ocorridas no relacionamento pais-filhos nas últimas quatro décadas, nas cidades onde lecionei. Normalmente, os piores alunos não eram os que mais apanhavam em casa. Algumas palmadas leves, aplicadas na hora e lugar corretos, trazem bons efeitos, sem deixar traumatismos. O que precisa parar é o que temos hoje – crianças e adolescentes agredindo os mestres e colegas, até atirando neles, no interior de escolas. Leia-se Tapa na Bunda – como impor limites e estabelecer um relacionamento sadio com as crianças em tempos politicamente corretos, da terapeuta infantil Denise Dias (Matrix Editora).

Publicação: 09 de Outubro de 2011 | www.jmnews.com.br – Pedagogia do tapa